post02

Então gente, como eu tinha comentado no post anterior, hoje vou contar um pouco sobre a história desse grande homem.

Joseph Hubertus Pilates nasceu na Alemanha em 9 de dezembro de 1883, seu pai era um premiado ginasta e sua mãe ajudava com algumas habilidades de Naturopatia. Ele foi uma criança muito doente, teve asma,  sofria de raquitismo e febre reumática, prevendo seu futuro numa cadeira de rodas, Joseph começou a estudar por conta própria, medicina oriental, anatomia, fisiologia humana e yoga.

Assim, ele desenvolveu uma série de exercícios que o curaram de seus problemas de saúde. Joseph criou seu próprio método e tornou-se obcecado em superar suas limitações físicas. Passou a praticar esportes como esqui, ginástica, boxe e mergulho. Após algum tempo, ele já estava num estado físico excelente, a ponto de posar para livros anatômicos.

Em 1912, Pilates vai para a Inglaterra. Relatos históricos indicam que a mudança foi com o propósito de continuar seus treinamentos de boxe. Lá ele trabalha como artista circense e ministra aulas de defesa pessoal para o quartel general da polícia civil inglesa. No ano de 1914 ocorre a Primeira Guerra Mundial, e assim, Joseph Pilates é levado para o exílio. Durante o período em que esteve preso ele incentivou os alemães de seu pavilhão a praticarem o que ele chamava de Contrologia – controle consciente de todos os movimentos musculares do corpo.

Mais tarde ele foi transferido para “The Isle of Man”, onde começa a praticar enfermagem. O estado deplorável dos prisioneiros de guerra faz com que Pilates criasse um sistema de trabalho mais fácil que os exercícios de solo. Ele então cria alguns aparelhos através de molas e macas velhas. As origens do Reformer moderno com suas molas de resistência e carrinho deslizante, podem ser encontradas nos equipamentos que Joseph Pilates inventou durante este período para permitir que os pacientes acamados continuassem a ser exercitar e desenvolver força e flexibilidade, tirando-os da cama.

Pilates recebeu créditos pelo fato de nenhum dos prisioneiros de seu pavilhão ter sido afetado pela epidemia de Influenza que matou milhares de ingleses.
Após o término da guerra, Pilates voltou para a Alemanha, onde seu método ganhou apoio entre dançarinos. Ele recusou ao pedido do governo alemão para treinar as forças armadas e partiu para os Estados Unidos.

Aos 46 anos, na viagem de navio, conheceu Clara, sua futura esposa. Trouxeram a idéia para New York, abrindo o 1º Pilates Studio, no qual Pilates ensinou e formou instrutores no intitulado Método Pilates de Condicionamento Físico, também conhecido como Arte do Controle ou “Contrologia”.

No início dos anos sessenta, o studio de Pilates contava entre seus clientes com muitos bailarinos de Nova York. Jorge Balanchine treinava “no Joe’s”, como ele chamava, e convidou Pilates a ensinar as suas jovens bailarinas no New York City Ballet. Joseph Pilates começava a ser popular também fora de Nova York.

Quando Joseph Pilates falesceu aos 86 anos em 1967 , o seu método era praticamente desconhecido fora do grupo restrito constituído por dançarinos, atores, e clientes ricos que tinham treinado no seu estúdio. Ele acreditou fervorosamente no seu trabalho até seu último suspiro, segundo histórias contadas, Joseph faleceu após um grande incêndio em seu studio, pois tentou salvar tudo o que pode em meio as chamas. Segundo a Historia que contamos lá no inicio Joseph tinha asma, muitos dos que dão continuidade a sua trajetória dizem que ele veio a óbito devido a complicações respiratórias por conta de sua asma, mas nada foi confirmado, sua morte é uma incógnita. Outros dizem que ao perder tudo, ele se entregou aos cigarros, charutos cubanos que tanto amava, wisk e jogos. As más linguas dizem que ele morreu por conta destes vícios, mas acredita-se que ele veio a falecer devido a sua idade avançada.

Pessoas em todo o mundo estão praticando Pilates, e os números continuam a crescer. É uma atividade física que trabalha o corpo como um todo (mente, corpo e espírito).

 

“As pessoas não vão entender o brilho do meu trabalho nos próximos 50 anos” Joseph Pilates.

 

Então, se você gostou desse texto, clica aqui em baixo e deixe o seu comentário. Pode ser críticas, sugestões, se gostou ou não… enfim, fiquem à vontade e até o próximo post!

Comentários

    • Oi Sandra, muito obrigada pelo comentário e pela dica, vou pesquisar cada vez mais.
      Espero que continue acessando meu site, em breve trarei grandes novidades.
      Forte abraço!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Você pode usar estes Tags e Atributos HTML:

<a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>